Nota de pesar pelo falecimento da socióloga Lícia do Prado Valladares

O Brasil perdeu, na manhã de 28 de novembro de 2021, em Paris, a socióloga Lícia do Prado Valladares. Lícia é um dos maiores nomes da sociologia urbana brasileira, com livros clássicos como Passa-se Uma Casa (Editora Zahar) e A Invenção da Favela (Editora FGV), além de estudos seminais sobre Robert Park e a Escola de Chicago, políticas públicas urbanas, segregação espacial, pobreza e reestruturação urbana, todos seminais para os estudiosos do tema no Brasil e no mundo.

 

Lícia criou e coordenou por anos, no antigo IUPERJ e depois aqui, no IESP-UERJ, o UrbanData, banco de dados bibliográficos sobre estudos urbanos no Brasil, com milhares de resumos de livros, artigos e teses que foram e continuam sendo referência obrigatória para os pesquisadores da área. Profunda conhecedora das condições de vida e trabalho das classes populares do Rio de Janeiro, formou mestres e doutores no Brasil e na França, onde se aposentou como professora da Universidade de Lille em 2011. Lícia era Pesquisadora Associada do IESP-UERJ.

 

Toda a comunidade do Instituto é solidária com Edmond Préteceille, nosso Pesquisador Associado e marido de Lícia, e com os dois filhos dela, Paulo e Leo, e com o neto Carl. A sociologia brasileira está de luto

Comments are closed.