Boletim do OLB-IESP sobre decretos ambientais em matéria do Estadão

O levantamento e análise dos dados de decretos presidenciais dos últimos 32 anos, relativos ao meio ambiente, publicado pelo Observatório Legislativo Brasileiro, serviu de base para uma matéria do jornal O Estado de S. Paulo, que ressalta a quantidade e o conteúdo dos atos executivos acerca do tema durante o governo Jair Bolsonaro.

 

Os dados levantados pelo observatório apontam uma queda abrupta de decretos ambientais no início da década de 1990. Essa tendência, porém, começou a ser revertida há cinco anos. “O governo está muito preocupado em favorecer atividades econômicas e ao mesmo tempo pretende usar a gestão militar para maquiar uma série de problemas na administração da Amazônia”, afirmou o cientista político Leonardo Martins Barbosa, um dos autores do estudo. Procurado, o Ministério do Meio Ambiente não comentou.

 

Leia a matéria na página do Estadão, e acesse a íntegra do estudo Decretos presidenciais e o meio ambiente na página do OLB.

Comments are closed.