Artigo



Dados vol. 57 n. 3 Rio de Janeiro jul./set. 2014

Por que as Pessoas Votam na Esquerda? Clivagens, Ideologia e Voto Retrospectivo na Bolívia e no Uruguai em Perspectiva Comparada

Došek, Tomáš

Resumo

O objetivo deste artigo é duplo: por um lado, explicar as razões do voto dos cidadãos bolivianos e uruguaios, respectivamente, a Evo Morales e José Mujica nas eleições presidenciais de 2009; e, por outro lado, avaliar em que medida os determinantes do voto permitem diferenciar as supostas "duas esquerdas" na América Latina. Utilizando dados de pesquisas de opinião pública para os dois casos representativos, o texto mostra como as razões são diferentes, já que no Uruguai pesa relativamente mais a ideologia e os elementos programáticos, enquanto na Bolívia predomina o voto retrospectivo, ambos atravessados por diferentes clivagens estruturais. Após discutir os resultados com a literatura secundária sobre outros casos sul-americanos, argumenta-se que a classificação das duas esquerdas não se sustenta a partir da análise dos determinantes do voto. Metodologicamente, utiliza-se a análise de regressão logística binomial e a comparação de uma série de modelos estatísticos.

Palavras-chave: esquerda; comportamento eleitoral; Evo Morales; José Mujica; voto retrospectivo multidimensional; ideologia; voto programático.

DOI: 10.1590/00115258201424

Texto completo