Artigo



Dados vol. 63 n. 3 Rio de Janeiro 2020-10-06 2020

Trajetórias de Desenvolvimento da Competitividade Eleitoral Subnacional nas Prefeituras Colombianas: 1988-2015

Uribe, Juan Federico Pino

Resumo

Este artigo analisa a variação da competitividade nas prefeituras da Colômbia a partir das reformas de aprofundamento democrático (1986-1991) até as eleições locais realizadas em 2015. Com este fim, utiliza-se a análise de desenvolvimento baseada em grupos. Esta permitiu identificar que a competitividade em prefeituras apresenta quatro trajetórias de desenvolvimento no tempo: Abertura, Fechamento, Fechamento e Abertura, Estabilidade. Nestas trajetórias, observa-se que, ainda que alguns municípios tenham aumentado seu nível de competitividade, na grande maioria do país, o nível permaneceu estável e não apresenta muita variação subnacional, ao mesmo tempo em que se identifica que em um menor número de munícipios esteja diminuindo. Este resultado demonstra que a competitividade local tem tido um desenvolvimento heterogêneo no nível temporal e territorial na Colômbia. Com base nesta informação, foram realizados quatro estudos de caso para identificar de forma exploratória as causas que poderiam explicar a variação da competitividade aqui analisada. Os estudos de caso, realizados por meio de entrevistas semiestruturadas e visitas de campo, permitiram identificar de maneira exploratória alguns fatores que têm incidido na variação da competitividade como a presença de estruturas políticas patrimonialistas no nível local, a violência política e os enlaces entre os políticos no âmbito local e nacional.

Palavras-chave: política subnacional; Colômbia; competição e competitividade eleitoral; trajetórias de desenvolvimento e reformas de aprofundamento democrático

DOI: .1590/dados.2020.63.3.217

Texto completo