Artigo



Dados vol. 63 n. 3 Rio de Janeiro 2020-10-06 2020

Raça, Classe e Desigualdade de Rendimentos no Brasil: Uma Análise de Trajetória Social.

Salata, André

Resumo

O artigo trata da relação entre raça, classe e rendimentos no Brasil, com o objetivo principal de investigar os determinantes das desigualdades raciais no mercado de trabalho do país. Ao fazer uso de modelos de equações estruturais, analisamos o processo de estabelecimento de diferenciais de renda entre brancos e negros, desde sua origem social até a definição de salários, através da escolarização e alocação ocupacional. A análise, com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios coletada em 2014 permite comparar os efeitos diretos, indiretos e totais da raça e origem social sobre a renda do trabalho. Os resultados mostram que, embora os efeitos totais de origem social sejam maiores que os efeitos raciais, o primeiro não pode explicar a maior parte das desvantagens sofridas pelos negros atualmente no Brasil, que ocorrem principalmente de modo indireto – através da educação e da ocupação. Assim, o artigo traz evidências novas, atualizadas e mais detalhadas para um debate de longa data.

Palavras-chave: desigualdade de renda; raça; classe; estratificação social; trajetórias sociais

DOI: .1590/dados.2020.63.3.213

Texto completo