Artigo



Dados vol. 58 n. 1 Rio de Janeiro jan./mar. 2015

Renda, Relações Sociais e Felicidade no Brasil

Ribeiro, Carlos Antonio Costa

Resumo

O objetivo deste artigo é descrever a distribuição de "bem-estar subjetivo" ou "felicidade" na população brasileira. Após uma breve revisão da literatura em psicologia, economia e sociologia sobre o tema, o texto apresenta dados comparando o Brasil com outros 134 países. O ponto central do artigo consiste na elaboração de um modelo estatístico para descrever os principais fatores correlacionados à "felicidade" da população. Em contraste com trabalhos anteriores sobre o Brasil, nossa análise revela que, além das condições materiais (principalmente a renda), diversas formas de relações sociais e de percepções são fundamentais para explicar a variação na distribuição de "felicidade". Os dados analisados são provenientes da pesquisa "Dimensões Sociais das Desigualdades", composta por uma amostra probabilística da população brasileira coletada junto a 8.048 domicílios em 2008.

Palavras-chave: bem-estar subjetivo; felicidade; renda; estratificação social; relações sociais.

DOI: 10.1590/00115258201538

Texto completo